Que o ciclismo de estrada move-se para uma competição de altos valores financeiros, isso já não é novidade para qualquer um de nós, afinal de contas, podemos ver isto em algumas das provas mais importantes do ciclismo, como a “La Vuelta”, o “Le Tour” e tantas outras.

Para ganhar as melhores provas, é necessário bons profissionais, e para contratar estes ciclistas mais cobiçados do plantel internacional, os salários são milionários, variando de acordo com sua categoria e os benefícios que cada um tem.

Os melhores ciclistas de estrada do mundo

Quanto ganha um ciclista profissional? Difícil saber, já que os números concretos dos salários do ciclismo são difíceis de saber e alguns dados são completamente desconhecidos. Raramente ciclistas ou equipes fazem comunicações oficiais sobre os detalhes do contrato, então os números do ranking que expomos abaixo não são mais do que os mais difundidos na mídia especializada.

5.Geraint Thomas

Para muitos, este ciclista britânico foi uma das grandes surpresas de 2018, mas não há dúvida de que ele foi um vencedor justo do Tour de France. Geraint Thomas mostrou que ele pode ser um bom líder da equipe Sky e que justifica os 3 milhões de euros por ano que ele ganha.

4. Fábio Aru

O ciclista da Sardenha é o atual líder da equipe dos Emirados Árabes Unidos para as grandes voltas, e apesar de 2018 não ter sido um grande ano, em termos de resultados, não há dúvida de que ele é um dos grandes favoritos do pelotão. Todos os rumores sugerem que Fabio Aru está cobrando 3,2 milhões de euros por ano na equipe árabe.

3. Vincenzo Nibali

O terceiro ciclista mais bem pago do plantel internacional é o italiano Vincenzo Nibali , um dos poucos escolhidos que, em toda a história do ciclismo, conseguiu vencer nas três principais voltas.O Tiburón mostrou ao que veio no Giro d’Italia – 2016, para lembrar que, o ciclista que varreu as estradas francesas em 2014 ainda está muito vivo. Recentemente, a Bahrein-Mérida renovou um contrato por 2 anos e aumentou seu salário para 4 milhões de euros por ano , parece que este aumento (no ano passado cobrado 2,9 milhões) é devido à Trek Segafredo ter se interessado por ele.

2. Christopher Froome 

O segundo colocado da lista é Christopher Froome , outro britânico, o atual dominador do Tour da Itália e 3 vezes vencedor do Tour de France. Em 2019, vai buscar mais um título, e para isso vai embolsando o assustador valor de 5,5 milhões de euros.

1. Peter Sagan

O ciclista mais bem pago do mundo corresponde ao que uma ampla gama de opiniões públicas considera o melhor ciclista de hoje. Apesar de Sagan não ter conseguido revalidar o título de Campeão do Mundo, continua a vencer etapas e, acima de tudo, dando um show.

O salário de Peter Sagan é de 6 milhões de euros no conjunto alemão Bora-Hansgrohe, boa parte do qual é desembolsado pela Specialized. E é que Peter Sagan não é apenas um ciclista extraordinário, ele também tem um irresistível carisma para a publicidade.

Deixe logo abaixo o seu comentário