Não vou falar aqui sobre capacetes, luvas, óculos, que encaro como itens obrigatórios ao dar uma voltinha de bicicleta ou mesmo aquele treino power.

Vou listar alguns itens que infelizmente você só vai se lembrar em um único momento: Quando sua bike quebrar, você ficar impedido de voltar para casa ou tiver que pedir emprestado a alguém.

Como eu não quero isso… segue a lista

10 itens essenciais para se levar em um Pedal

 

1. Câmera de Ar
Tão certo quanto comprar um terreno (também conhecido como cair da bicicleta), é que um dia é que sua câmera vai furar. Seja porque por onde você anda, existem muitos objetos pontiagudos, seja porque sua câmera já deu o que tinha que dar e furou.

Portanto é importante levar uma câmera reserva, mesmo em que nos casos de pneus mais modernos – como o tubeless, ela seja dispensável. Nunca se sabe quando problemas extras irão surgir.

Fique atento ao tamanho do seu aro.

2. Espátula para remoção da câmara


Quem já tem muitos km rodados, é provável que já tenha muitos pneus furados. Alguns pneus mais modernos permitem você retira-los do aro sem muitos problemas, já que em outros modelos, é um parto faze-lo. Para estes, recomenda-se o uso de espátulas, que irão te ajudar nesta árdua tarefa e que consome bastante tempo para quem não tem prática.

3. Kit remendo


Um kit remendo custa atualmente algo entorno de R$15/20 reais. Contém cola para o pneu, lixa para raspar a borracha da câmera de ar e assim deixar o remendo mais aderente à mesma, e é claro várias unidades de remendo.

4. Bombas de ar


Ultimo item da lista “remendar pneu” e não menos importante, uma boa bomba de ar vai salvar sua vida. Existem bombas com o curso de ar grande, que enchem o pneu da mais rápido e ocupam bastante espaço na bike ou na sua mochila, e bombas com o curso menor, que demoram “pacas” pra encher e ocupam menos espaço. Por sorte, existem bombas pequenas em que o curso é dividido em estágios. Eu prefiro estas.

5. Link de corrente


Um link de corrente é bastante importante e vai deixar você na mão caso não tenha um. É um elemento sensível e que pode sofrer avarias sem que você perceba.

6. Agua


Nem preciso dizer da importância da água na reidratação do seu corpo e da ajuda no transporte de nutrientes para tal. Recomenda-se beber água a cada 20/30 minutos, a depender do seu esforço físico.

7. Alimentos


Já dizia aquele ditado: “Saco vazio não para em pé”. Barrinhas de cereal ou carboidratos em gel, ajudam a dar uma aliviada enquanto a fome não chega e mantém você no treino sem carregar peso extra.

8. Documentos


Nunca se sabe quando pode ocorrer alguma coisa, ou mesmo ser abordado por algum servidor do estado. Tenho certeza que será uma das primeiras coisas que irão atrás em ambas as situações.

9. Dinheiro


Vai te ajudar a comprar algo no meio do pedal, bem como pegar algum tipo de transporte caso não consiga consertar sua bike. Quem sabe convidar alguém para fazer algo após o pedal?

10. Jogo de Chaves


É importante levar um canivete/jogo de chaves para ajustes finos ou mesmo coisas de maior necessidade durante o pedal. Afinal de contas, voltar para casa a a pé, por conta de um pequeno ajuste no parafuso, ninguém quer.

11. Smartphone/celular (opcional)
Não só para compartilhar seu treino no Strava e sua localização com seus amigos no Whattsapp, é importante levar seu smartphone para manter contato com as pessoas em caso de alguma emergência.

Reprodução: Depositphotos

Deixe logo abaixo o seu comentário