Atleta brasileiro repete desempenho de 2018 e sobe ao lugar mais alto do pódio em Andorra

Avancini celebra a sua segunda vitória em provas de short track na etapa de Vallnord, em Andorra (Crédito: Bartek Wolinski/Red Bull Content Pool)
Se o Brasil é o país de origem, Henrique Avancini poderia adotar Andorra como segunda casa. Nesta sexta-feira (05), o atleta olímpico escreveu mais um capítulo histórico ao mountain bike do País ao vencer a prova de short track da etapa de Vallnord, válida pela Copa do Mundo de MTB XCO. Com o resultado, o ciclista conquista a sua segunda vitória em eventos deste formato, ambas nesta nação europeia. O público pode acompanhar todas emoções, em português, pela internet.
“Foi incrível. Andorra é muito especial para mim e eu me sinto muito bem neste local. Estou feliz pela performance e pela segunda vitória. É bom ver os objetivos do ano sendo alcançados”, declarou o brasileiro, ainda eufórico, após cruzar a linha de chegada.
Até então quinto colocado na classificação geral, Avancini iniciou a prova com bastante intensidade para seguir próximo aos primeiros colocados. Logo no começo da terceira volta, o brasileiro ultrapassou o suíço Mathias Flückiger e o francês Titouan Carod para assumir a liderança geral do short track. Nas voltas seguintes, o ciclista fluminense foi o mais consistente à frente e soube manter o ritmo para cruzar a linha de chegada em primeiro, após sofrer pressão da lenda do esporte Nino Schurter.
Por conta do terreno mais seco, Avancini intensificou o ritmo para assumir a dianteira e se livrar da poeira e de detritos da pista que poderiam atrapalhá-lo. Com essa estratégia, terminou a prova em 21min07seg, seguido pelo suíço Nino Schurter (21min08seg) e pelo francês Maxime Marotte (21min08seg), este último também companheiro na Cannondale Factory Racing Team.
Nas quatro vezes em que encarou a etapa de Vallnord, o brasileiro se deu bem. Na primeira oportunidade, em 2015, após se recuperar de uma fratura, ele obteve o 26º lugar, o seu melhor resultado em provas de Copa do Mundo até então. Dois anos depois, conquistou seu primeiro Top 10. E, na última temporada, faturou a vitória no short track e alcançou um lugar no pódio.

Deixe logo abaixo o seu comentário