Não importa quanto esforço você faça em seu treinamento, não importa o quão bem você tenha planejado e por mais detalhista que tenha sido. Existem vários hábitos ruins que podem arruinar todo esse trabalho. O treinamento continua após o treinamento, então repassamos essas 5 dicas, que são aplicáveis ​​ao MTB, ciclismo de uma forma geral e qualquer outro esporte. O que você não deve fazer após o treinamento?

Não subestime seu esforço

Pode ser que aquele treino não tenha sido o Top das galáxias, ou ainda que não tenha sido feito da forma como inicialmente planejamos por algum motivo, e sendo assim, seja possível que não tenhamos dado a devida atenção a alguns pontos. Não se deixe enganar por isso, seja criterioso para que seu corpo possa se recuperar da melhor forma. Os resultados virão…

 

Não faça tarefas pesadas

Só se você tiver que faze-las mesmo. Aquela reforma que você prometeu pra sua esposa assim que chegasse em casa, aquela cuidada no jardim, mudança de móveis de lugar, faça somente se realmente for necessário. Exigir ainda mais dos músculos que já estão cansados do treino, pode sobrecarrega-los além de demorar ainda mais na recuperação para o novo treino.

Alimente-se da forma adequada

Após o termino do treino, cerca de meia hora após a atividade, certifique-se de se hidratar de forma adequada, bebendo líquidos que possam repor os minerais e sais do corpo, bem como comer proteínas, carboidratos e uma pequena porção de gordura saudável. Não caia na besteira de comer qualquer coisa só porque o treino foi puxado.

Antes de se jogar no sofá…

Dê uma volta, faça alongamentos suaves, respire de forma profunda, antes de ver o segundo tempo daquela partida de futebol, ou ver aquele seriado que você renunciou para poder ir pedalar com o pessoal. Seu corpo vai agradecer.

Troque de roupa assim que possível.

Mude o mais rápido possível, ainda que o treino não tenha sido puxado. Mesmo não tendo suado muito, as roupas estarão de certa forma úmidas. Troque-se assim que possível para que o corpo não super-aqueça e manter os músculos quentes e livres, ajudando na circulação sanguínea e, consequentemente, a recuperação do nosso corpo.

Gostou das dicas? Tem mais alguma para contribuir? Conte pra nós!

Deixe logo abaixo o seu comentário