Lance Armstrong (ciclista famoso por vencer o Tour de France por sete vezes consecutivas) foi acusado recentemente por doping eletrônico pelo engenheiro Istvan Varjas, em entrevista para o canal de televisão Eurosport.

Foto: Lance Armstrong

Varjas acusa o estaduniense de ter trapaceado, com base na taxa de ascensão ao Sestriere (passagem pelas montanhas na Itália, que tem 11.5km de extensão, 679 metros de elevação e um grau médio de 5.9% de inclinação),  de que com os dados analisados por ele em relação ao ciclista, só seria possível pedalar da forma como ele pedalou: “na lua, em uma situação de ausência de peso, e aumentando cerca de 200 marchas de 65 centímetros”.

Outra indicação de que Lance estaria com o motor em sua bike, é de que mesmo em pé ou sentado, Armstrong não quebraria o ritmo de pedalada em função da mudança de posição, o que segundo o engenheiro, isto seria impossível.

De uma olhada no vídeo abaixo, e me diga o que você acha?

 

Deixe logo abaixo o seu comentário