Quem trocar o carro pela bicicleta em Estocolmo, na Suécia, vai “receber uma palmadinha nas costas e não um pontapé na cara”. A afirmação é do cientista Teo Enlund, do Royal Institute of Technology (RIT), que quer transformar a cidade na capital mundial do ciclismo. Para isso, sugeriu à metrópole cobrar uma “taxa de congestionamento” dos 160 mil automóveis que circulam diariamente nas ruas da cidade e distribuir este dinheiro entre os ciclistas.

Leia a matéria completa clicando aqui!

SEM COMENTÁRIOS

Deixe logo abaixo o seu comentário