Nota, se você quer ver o de 2017, clique aqui!

No ultimo dia 03/07, foi realizado na cidade de Jandúis no RN o 1° Ecopedal da Ema Ligeira.

Quem não pode ir, digo que perdeu mais uma boa oportunidade. Oportunidade esta de estar com os irmãos ciclistas que moram em outra cidade e assim colocar o papo em dia, oportunidade de conhecer e fazer novas amizades – como eu fiz, de conhecer uma nova cidade, mesmo que pelo um curto período de tempo.

Janduís está localizada à cerca de 300 km de distância de Natal e a 120 km de Mossoró. Olhei no Google Maps quais as rotas disponíveis e soube que demoraria cerca de 2 horas para chegar à cidade. Alinhei com um dos organizadores ainda no sábado para saber em qual horário o café da manhã seria servido, e ele me respondeu às 5 da manhã. Tudo pronto, vamos dormir!

O tempo impiedoso (relógio tocando as 3 da manhã) e de equipamentos prontos, partimos as 3:50 da manhã rumo à Janduís. Mesmo indo numa nice pelas estradas, as 5 da manhã estávamos lá. O Google errou (lembra que ele disse 2 horas?), mas em uma pontualidade britânica, as 5 da manhã o café já estava sendo servido para quem estava no local. Moças muito bonitas e simpáticas, devidamente uniformizadas servindo o café da manhã para nós ciclistas. Achei fantástico o fato de eles realmente respeitarem o horário estabelecido, pois sabemos que em muitos eventos, o atraso é algo muito comum e não uma exceção.

1° EcoPedal da Ema Ligeira

O Kit entregue pela organização, me deu a impressão de que foi personalizado para cada um e montado com todo o cuidado e carinho. Sacolinha personalizada com a logo do evento, blusa dobradinha e itens ofertados pelos patrocinadores, embaladinhos dentro de um saco plástico para que não pudessem ser perdidos.

1° EcoPedal da Ema Ligeira

Pena que a blusa não me serviu e este foi um ponto do qual comentei com um dos organizadores. Uma dica: Busquem junto aos fabricantes a medida das blusas para que não hajam surpresas junto aos participantes. Assim a escolha correta já é feita no momento da inscrição. Vocês só tem a ganhar!

Com a pontualidade britânica, as 06:30 da manhã, começaram as solenidades para o início do evento, com direito a Hino da Cidade, bênçãos do Senhor e palavras de um dos organizadores para todos os participantes.

1° EcoPedal da Ema Ligeira

Partimos do centro da cidade em um curtíssimo trecho de asfalto para então ganharmos as trilhas de Janduís. Detalhe: Quando retornei à cidade, ao final do evento, um dos moradores me contou quem uma equipe chegou quando já tínhamos saído. Houve imprevisto mesmo ou contaram com o atraso padrão que acontece nos eventos? Ponto a favor da organização.

Que outros organizadores sigam este exemplo e cumpram rigorosamente com seus horários para que a maioria não fique prejudicada, vocês só tem a ganhar.

1° EcoPedal da Ema Ligeira

Sobre o percurso, passamos por vários açudes que estavam com pouca água mas que em momento algum tiraram a beleza da região, sempre cercada de muito verde e de uma natureza bastante colorida. Poucas vezes vi um misto em um mesmo evento tão grande de estradas, trilhas e caminhos a se percorrer, dos quais em momento algum tornou-se cansativo.

Por várias vezes, eu pensei que seria capaz de dar mais uma volta naquele percurso de tão divertido que estava. As estradas de fazenda (que erroneamente chamamos de trilhas) foram utilizadas somente para a transição entre as trilhas (single-tracks/caminho de índio), desenhados entre as árvores, passando por porteiras de várias fazendas e sítios. O que poderia ser um problema, gerando muitas bicicletas paradas aguardando os ciclistas da frente adiantarem o passo, não aconteceu frente ao número pequeno de participantes.

Altimetria Ema Ligeira

Alguns trechos exigiram um pouco mais de técnica, visto que eram descidas em pedras que estavam soltas, mas sempre uma placa de atenção estava por lá para nos avisar e alertar sobre o perigo.

O sol não deu as caras nem tão cedo, o que ajudou a andar bastante em um clima relativamente agradável com algumas nuvens no céu.

1° EcoPedal da Ema Ligeira

Para quem faz uma boquinha nos ecopedais, creio que desta vez não há motivos para  reclamar. Dos N itens que estavam a disposição do ciclista eu vi, água de coco, caldo de cana, tapioca, salada de frutas, dindin, 2 tipos de queijo, bolo, sucos, além das frutas, água e gelo, que além de serem servidos nos pontos de apoio principais, eram servidos nos PA’s secundários espalhados pelo percurso, acompanhados sempre de pessoas da organização calçados com luvas e muita boa vontade e disposição para ajudar sempre que fosse solicitado.

Alias, PA’s secundários foi algo que vi e até comentei no ecopedal de Brejo do Cruz ano passado em que achei bastante interessante. Servindo de inspiração ou não, repetiram a ideia.

Ao longo de todo o trajeto, 2 motos faziam o apoio e a segurança necessária para os participantes.

Ecopedal Ema Ligeira

Um ponto do qual me preocupei (da ultima vez não tivemos uma boa experiência em outro evento) foi o translado do ponto da chegada até ponto de início do evento (sim, foram pontos diferentes ou 7 km exatamente). Não posso informar se funcionou perfeitamente, pois eu preferi ir pedalando até a cidade de Janduís para retornar ao ponto de chegada. Alguém sabe me dizer?

De volta ao balneário escolhido para encerrar o evento, o show já estava rolando com uma banda local juntamente com o almoço. Comida simples, sem muita variedade (em relação a outros eventos) mas que no meu ponto de vista, estava ótima e na medida. Faltou um copinho de suco ou de refri, não é verdade? Brincadeira!!!!

1° EcoPedal da Ema Ligeira

O BikeRN tem me proporcionado ir a vários eventos em várias cidade e estados aqui do nordeste e creio que à você também, já que temos um calendário de eventos no site para que possamos acompanhar os próximos eventos.

O que posso dizer é que o 1° Ecopedal da Ema Ligeira, está entre um dos 3 melhores de que já fui. Não sei se porque não foi gerada uma alta expectativa sobre ele, ou se um número limitado de ciclistas participantes contribuiu para que tudo funcionasse de uma forma melhor e mais sincronizada, ou se apesar de ser o primeiro evento da equipe na cidade, eles contaram com o apoio de outros organizadores mais experientes evitando erros primários. Talvez uma mistura destes e de outros fatores contribuíram para que tudo funcionasse perfeitamente e fizeram de um modesto evento, um dos melhores em que pude participar.

Desta vez não houveram fogos de artifício, show de pirotecnia, adjetivos superlativos na divulgação do evento e outras coisas que estamos acostumados a ver e ler, com a finalidade de se criar uma grande expectativa e atrair mais participantes para si. Talvez tenha contado mais um ponto à favor do evento.

O evento me lembrou o que esperamos quando vamos ao interior: Cuidados nos mínimos detalhes e simplicidade que deixa uma grande saudade, quando é hora de ir embora. Já viu alguma cidadezinha do interior mal cuidada? Não, né?

1° EcoPedal da Ema Ligeira

A ema ligeira, parece que passou a passos lentos neste último domingo para nos lembrar, que ano que vem ela nos espera novamente. E se assim puder, estarei lá.

Algumas fotos podem ser vistas no nosso canal oficial no Flickr e as oficiais do evento, você pode encontrar aqui!

SEM COMENTÁRIOS

Deixe logo abaixo o seu comentário