Já faz um tempinho que traduzi este artigo do site cyclingweekly.com, e ficou guardado aqui no baú do site.

Bem, o fato é que um ciclista tem alertado aos demais ciclistas sobre o uso de óculos falsificado após um acidente ainda na páscoa deste ano.

O lance é que Jamie (o ciclista em questão), não quis utilizar seus óculos originais e decidiu comprar óculos na internet, alternativos.

“Eu encontrei algumas cópias baratas de Jawbreaker em Aliexpress por £ 15,” Maidment escreveu.

Jamie recebeu seus oculos e foi testar ao leste de Londres, e “descobriu” porque os oculos comprados em sites alternativos chegam a custas 1/10 do valor de um original.

“O problema é que os óculos genuínos são feitos teste de impacto a um grau bastante elevado, enquanto que estes (alternativos) não são”, Maidment, que agora já se recuperou do acidente, continuou. “Descobri isso quando os utilizei”.

Durante a queda de bicicleta, a lente esquerda se quebrou (fragmentando) e causou um corte profundo um pouco acima do olho direito, o que quase o levou a ficar cego.

Minhas considerações:
Eu não incentivo a utilização de produtos que não sejam genuínos, embora a situação do país e todo aquele “leriado” de taxas altissimas, impostos e blá, blá, blá, seja verdadeiro.

De qualquer forma, entendo que se não é possível você adquirir aquele produto que você tanto deseja naquele momento, não caia na besteira de comprar um falsificado para impressionar os outros, pois se esta não for a principal e unica justificativa, o campo de comentário está ai abaixo para conversamos.

Meu incentivo é que você possa dar o passo somente em que sua perna alcança. Do que adianta comprar aquele quadro, aquela suspensão, óculos, capacete falsificado, sabendo que na primeira exigencia do equipamento, a coisa não vai funcionar. Você dará muita sorte se o prejuízo for somente financeiro, e não lhe causar nenhum mal físico.

Pense nisso…

1 Comentário

  1. Realmente é um perigo. Conheço vários colegas que contam orgulhosos que compraram tal produto bem mais barato. Não tem segredo: tudo barato demais ou é falsificado ou é de origem duvidosa. Fui testemunha ocular que uma quebra de guião de carbono da marca “ritchey” numa descida cabulosa em um terreno não tão acidentado assim. As considerações finais da reportagem falam tudo!

Deixe logo abaixo o seu comentário