Melhora a qualidade do sono – Uma pesquisa feita pela Universidade de Stanford, utilizando pessoas sedentárias que sofriam de insônia, revelou que o tempo necessário para que estas pessoas adormecessem diminuiu pela metade, aumentando o tempo de sono em quase uma hora;

Emagrece – Especialistas afirmam que ciclistas que intercalam um ritmo acelerado, seguido de pedaladas mais lentas, podem queimar três vezes mais gordura corporal do que quem pedala em um ritmo constante;

Faz bem ao coração – Estudos da Universidade de Purdue, nos Estados Unidos, têm demonstrado que praticar ciclismo regularmente pode reduzir o risco de doenças cardíacas em 50%;

Protege o organismo – O ciclismo fortalece o sistema imunológico e, portanto, contribui para uma vida mais saudável;

Reduz o estresse – A pratica do ciclismo libera endorfina, substancia que deixa as pessoas mais relaxadas e felizes, os movimentos repetitivos ao pedalar podem ocasionar uma sensação relaxante, com isso podemos associar a pratica do ciclismo à redução do estresse, da ansiedade, da depressão e de outros problemas psicológicos;

Melhora dores nas costas – A postura em cima da bike e os movimentos cíclicos estimulam os músculos da parte inferior onde as hérnias de disco são mais prováveis de aparecer. Assim, a coluna vertebral é reforçada e protegida de agressões externas. Com isso, o ciclismo estimula os pequenos músculos das vértebras e pode ajudar a diminuir as dores nas cosas e outros problemas;

Melhora a respiração – O esforço das pedaladas aumenta a frequência cardíaca, melhorando oxigenação dos pulmões e dos tecidos.

Fonte: meioambienterio.com

SEM COMENTÁRIOS

Deixe logo abaixo o seu comentário