Olá Pessoal, tudo bem?

Desculpa a demora para publicar este artigo. Muitos vieram me cobrar a publicação deste, mas como o tempo está um pouco corrido, fui elaborando aos poucos ao longo dos dias.

Conforme nosso calendário anual de eventos, neste ultimo final de semana, Cruzeta recebeu o 2° Ecobike Cruzeta. Para quem não leu o artigo sobre como seria o evento, pode conferir aqui.

Como de praxe, a distribuição de kits teve inicio por volta das 19:30 na praça dos eventos em Cruzeta ainda no sábado. Um local bastante espaçoso, com quiosques e bares ao redor para que o ciclista pudesse aproveitar o clima noturno da cidade, fazer novas amizades com velhos companheiros de eventos e botar o papo em dia com tantos outros.

À primeira vista, a cidade me pareceu bastante organizada e limpa. Infelizmente, como acontece em várias cidades do país, é necessário se informar junto aos moradores da cidade para qual direção seguir, visto que placas informando ao visitante qual caminho deverá seguir para chegar ao local desejado, praticamente são inexistentes, mas nada que tenha atrapalhado o local de encontro.

IMG_20160723_185625369

Antes de chegar à praça (pelo menos pelo caminho que vim) passei pela igreja de Nossa Senhora dos Remédios, que me impressionou por sua beleza. Fica aqui o registro.

IMG_1863

De volta à praça de eventos, o kit entregue pela organização foi composto por camiseta, manguito, bandana, barras de cereal, pé-de-moleque e um doce, além da ficha para almoço no dia do evento. Destaque para a camiseta do evento, que ao meu ver ficou com um grafismo bastante bonito e com um pano aparentemente melhor do que o de outros eventos.

O local para início e término do evento serviu como ponto de apoio para os ciclistas que chegaram na noite anterior e estavam sem hospedagem na cidade, visto que somente 3 pousadas de pequeno porte poderiam nos atender. Uma casa de fazenda relativamente grande com vários quartos, bem como a área de lazer, foi colocada à disposição dos participantes para que pudessem acampar, estender suas redes ou ocupar os quartos disponíveis. O que me chamou mais atenção em relação ao local, foram os cuidados que a organização teve. Simples, convidativa e aconchegante, passei a noite com certa tranquilidade, visto que os pernilongos são os tremendos vilões em noites em sítios e fazendas.

No domingo, ainda na madrugada a cozinha já fervia e o cheiro de comida já tomava conta do local. Por volta de 4:20 era possível escutar as panelas sendo preparadas para ir ao fogão e o cheiro de tempero pelo ar. Precisamente as 5:05 da manhã, o café da manhã já estava sendo servido para o pequeno grupo de ciclistas que estavam no local.

IMG_20160724_044148703

Um café da manhã composto por frutas, pães, bolos, biscoitos, sucos, café e um ótimo cuscuz, deram ânimo e força durante todo o trajeto.

IMG_20160724_055317369

O horário de partida estava marcado para as 6:00, mas houve um atraso de 00:30min/00:45min em relação ao horário previsto para a largada. Não conversei com o organizador sobre, mas creio que seja em detrimento dos ciclistas que ainda estavam chegando, visto que as 06:00 muitos nem sequer tinham chegado ao local.

Longe de criticar quem faz um evento deste porte, deixo aqui o meu registro já que tenho a oportunidade de interagir com vários organizadores e de ser convidado para tantos outros, entendo que horário é horário. Muitos se programam para levantar mais cedo, sair de suas casas com certa antecedência ou mesmo ir um dia antes para curtir mais a atmosfera do evento, e infelizmente sabemos que atrasos acontecem. Minha crítica não vai para este ou aquele organizador, mas aproveito para comentar sobre este assunto frente o ocorrido no ultimo domingo. Vamos todos trabalhar (organizadores e ciclistas, estes últimos principalmente) para que o evento transcorra da melhor forma possível, sem atrasos e sem reclamações por parte dos participantes. É muito ruim não tomar um café no horário marcado, não poder começar a pedalar no horário combinado, pois atrasos tem que ser exceção e não regras. Vamos levantar mais cedo da cama, pessoal!!!!

IMG_1675

Com todos os ciclistas prontos e apostos para o inicio do evento, partimos de frente à sede da fazenda, rumo aos trajetos definidos pela organização (35 e 50 km). Percorremos cerca de 6 km, entre estradões de terra e a malha asfáltica da cidade, até entrar efetivamente na primeira trilha do evento.

Para quem teve a oportunidade de participar do da 1° Ecotrilha do Vale do Assú  e do 1° Ecopedal da Ema Ligeira em Janduís no início deste mês, poderá concordar comigo que o trajeto foi um misto dos dois eventos anteriores. Digo um misto, pois tivemos os estradões para a transição entre as trilhas, descidas e subidas mais técnicas que forçavam ao ciclista sempre olhar um pouco mais a frente para saber o que fazer e como se comportar, junto com as paisagens e serras maravilhosas ao fundo. Não teve como ficar monótono com um trajeto como este. Em Assú tivemos trechos bastante íngremes e escaladas que exigiram bastante do ciclista, ao contrário de Janduís que ao meu ver não exigiu tanto esforço. Eu encaixaria Cruzeta entre os dois eventos.

O ponto aqui que vale ser ressaltado é que nestes três eventos em que pude participar, os organizadores levaram a sério esse negócio de trilha. Mas você me perguntará: não era para ser assim?  Eu responderei: Participei de vários eventos que vendiam trilhas e na verdade eram de forma bem básica, só estradas de fazenda.

Mapa 2° Ecobike Cruzeta

Para se ter uma ideia do que eu digo, passamos ao lado de vários açudes, as vezes por cima dos paredões, as vezes no mesmo nível da água. Em outros momentos o freio traseiro era necessário para descer até o leito de rios (infelizmente secos) da região, em outras, o gás extra era necessário para não ficar sem força no meio da subida. Analisando o gráfico de altimetria, vemos alguns trechos de subida (40/60 metros) para serem escalados em 800 metros na maioria das vezes, que tiveram a oportunidade de se apresentar também nas descidas, tornando-as bem íngremes.

Não que eu interprete uma subida destas como algo difícil, mas talvez para o perfil de ciclista que frequenta este tipo de evento, poderá ver de outra forma.

Altimetria 2° Ecobike Cruzeta

Os pontos de apoio, pelo menos no trecho de 50 km, foram 5 ao todo. Equipados com frutas, água e gelo em sua maioria e acompanhados de um “plus” em cada ponto, como um caldo-de-cana, din-din, queijo, “cachaçazinha” e outros mimos preparados pela organização (escutei que em um dos pontos tinha até rede). A equipe de apoio sempre utilizando luvas, e com toda a atenção e presteza para com o ciclista. Neste evento em específico, me ficou a impressão que o que era oferecido aos ciclistas nos PA, foram cuidadosamente calculados. Não houve aquela infinidade e diversidade sem igual de itens, guloseimas e mimos oferecidos a nós ciclistas que vemos em outros eventos, mas ao meu ver o justo e necessário foi oferecido.

IMG_1811

No ponto de chegada, o almoço começou a ser servido por volta das 11 horas da manhã. Composto por frutas, arroz, feijão, macarrão, 2 tipos de carne e outros itens, além de um suco da fruta nota 10, não demorou a ser servido para não deixar o pessoal impaciente e com fome após um longo trajeto. Desta vez não vi aquela famosa fila de espera por longos minutos, compostas por ciclistas famintos (rs), pois o pessoal que servia o almoço trabalhou de forma rápida e organizada. Sobre o tempero? Nota 10, já que estava atendendo à todos os gostos, pois até onde pude conversar, estavam todos bastantes satisfeitos.

Após um breve show do cantor convidado, o sorteio dos brindes foi adiantado para que os ciclistas que moram mais longe, pudessem retornar à suas casas o mais brevemente possível, apesar do ótimo clima criado pelos organizadores e participantes do evento, nem tudo são só flores.

Agora é aguardar o 3° Ecobike Cruzeta no ano que vem, e até lá, somente saudades e lembranças!

Meus agradecimentos à organização do evento que me fez o convite para participar do 2° Ecobike Cruzeta e às dezenas de ciclistas que puderam participar do evento em prol de algo em comum.

Para quem quiser ver mais fotos, clique aqui!

SEM COMENTÁRIOS

Deixe logo abaixo o seu comentário